Seguidores

OBRIGADO POR VISITAR NOSSO BLOG, FIQUE ATUALIZADO COM NOTÍCIAS DO UNIVERSO DOS CATADORES>

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Coca-Cola Brasil: inovação em prol da sustentabilidade na Rio+20

Coca-Cola Brasil será a fornecedora oficial da conferência. Estande será totalmente construído de materiais reciclados e recicláveis. Empresa instalará geladeiras com CO2 como gás refrigerante no evento.
Fornecedora oficial da Rio +20, a Coca-Cola Brasil irá oferecer quase 200 mil litros de bebida durante a conferência, no Riocentro. Serão mais de 300 mil embalagens do portfólio da empresa, entre águas, sucos e refrigerantes que serão 100% recicladas.
Reforçando seu compromisso com a reciclagem, a empresa terá estande totalmente construído com materiais reciclados e recicláveis na conferência. O piso será em tablado de madeira OSB (Oriented Strand Board) natural. Fardos de latas amassadas irão se transformar em bases para mesas. Os bancos serão de MDF (painel de fibras de madeira) e toda a tinta usada no espaço será à base de água. Ao fim do evento, todos os materiais utilizados no projeto serão destinados a cooperativas de catadores de materiais recicláveis.
A Coca-Cola Brasil ainda apresenta, na Rio +20, geladeiras com CO2 como gás refrigerante. Ao contrário dos gases HFC, o CO2, que é 100% natural, não agride a camada de ozônio. A busca por tecnologias voltadas para a proteção do meio ambiente não é novidade para a empresa: em 2007, introduziu no mercado brasileiro geladeiras com o EMD (Energy Management Device), dispositivo que reduz o consumo de energia elétrica em cerca de 30%. Já em 2010, passou a usar apenas lâmpadas LED, que têm vida mais longa e consumem cerca de 15% menos eletricidade que lâmpadas fluorescentes. As 100 geladeiras que serão instaladas durante a Rio +20 marcam o início da troca de todos equipamentos de até 250ml na companhia no Brasil que serão trocados até 2015.
Ranking da reciclagem - Para estimular a coleta seletiva na Rio+20, a Coca-Cola Brasil realizará um campeonato de reciclagem durante conferência, via o uso de rede social por aparelho móvel. A empresa disponibilizará 40 postos de coleta no Riocentro, onde as pessoas poderão fazer um check-in pelo foursquare, ao realizar o descarte de materiais recicláveis no local. Ao fim do evento, os campeões de cada ponto, ou seja, os usuários que mais reciclarem nos postos, serão premiados com um kit sustentável.
Contour sustentável - As boas-vindas aos convidados internacionais da Rio +20 já tem a marca da reciclagem. Para saudar os participantes da conferência, a Coca-Cola Brasil instalou na entrada do Aeroporto Antonio Carlos Jobim uma garrafa de quase 6 metros. A peça, criada pela DPZ, é formada por garrafas de 2,5L de bottle-to-bottle – embalagem PET produzida a partir de garrafas PET pós-consumo recicladas. A iluminação é feita por lâmpadas LED, que consomem cerca de 80% menos eletricidade que lâmpadas comuns.
O Sistema Coca-Cola Brasil atua em sete segmentos do setor de bebidas não alcoólicas - águas, chás, refrigerantes, sucos, energéticos, isotônicos e lácteos, com uma linha de mais de 150 produtos, entre sabores regulares e versões de baixa caloria. Formado pela Coca-Cola Brasil e 16 grupos fabricantes brasileiros, emprega diretamente 60 mil funcionários, gerando cerca de 600 mil empregos indiretos.
Os investimentos do Sistema Coca-Cola Brasil para 2012 são de R$ 2,8 bilhões. No período 2012 a 2016, o total investido será de R$ 14,1 bilhões, 50% maior do que o montante investido entre 2007 e 2011.
A sustentabilidade é um compromisso da Coca-Cola Brasil e se reflete na forma como a empresa e seus fabricantes lidam com as pessoas e com o meio ambiente. O índice de uso de água da Coca-Cola Brasil, por exemplo, é um dos melhores do mundo: 1,91 litros de água para cada litro de bebida produzido - menos da metade do volume utilizado 13 anos atrás.
Na reciclagem, a Coca-Cola Brasil desenvolveu, através do Instituto Coca-Cola Brasil, um programa chamado "Reciclou, Ganhou" que, desde 1996, colabora para que o País seja um dos mais avançados na reciclagem de materiais. Hoje, 98% das latas de alumínio e 56% das garrafas PET são recicladas. |Sites: www.institutococacolabrasil.com.br e www.cocacolabrasil.com.br.


 http://www.revistafator.com.br/ver_noticia.php?not=206025

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Medidas simples fazem toda a diferença


A coleta seletiva do lixo começa dentro de casa, diminuindo os impactos ambientais.

 No Dia do Meio Ambiente , cada um de nós deve refletir sobre o futuro do planeta.O que você tem feito para diminuir os impactos ambientais?  Medidas simples fazem toda diferença, como por exemplo, a coleta seletiva dentro de casa veja como é fácil. Confira a reportagem
 
video 

 http://in360.globo.com/rn/noticias.php?id=10563

terça-feira, 5 de junho de 2012

HOJE É O DIA DO MEIO AMBIENTE





No dia 05 de junho comemora-se o dia do meio ambiente.

A criação da data foi em 1972, em virtude de um encontro promovido pela ONU (Organização das Nações Unidas), a fim de tratar de assuntos ambientais, que englobam o planeta, mais conhecido como conferência das Nações Unidas.
A conferência reuniu 113 países, além de 250 organizações não governamentais, em que a pauta principal abordava a degradação que o homem tem causado ao meio ambiente e os riscos para sua sobrevivência, de tal modo que a diversidade biológica deveria ser preservada acima de qualquer possibilidade.
Nessa reunião, criaram-se vários documentos relacionados às questões ambientais, bem como um plano para traçar as ações da humanidade e dos governantes diante do problema.
A importância da data está relacionada às discussões que se abrem sobre a poluição do ar, do solo e da água; desmatamento; diminuição da biodiversidade e da água potável ao consumo humano, destruição da camada de ozônio, destruição das espécies vegetais e das florestas, extinção de animais, dentre outros.
A partir de 1974, o Brasil iniciou um trabalho de preservação ambiental, através da Secretaria Especial do Meio Ambiente, para levar à população informações acerca das responsabilidades de cada um diante da natureza.
Na atualidade fala-se muito em conservar, reciclar, reduzir, reutilizar etc. É necessário o empenho de cada um de nós que habita este planeta azul para que realmente surta algum efeito, pois nossos rios, nossas matas, nossos lençóis freáticos sofrem muito com a degradação que causamos. Muito foi feito e se está fazendo, continuando com o mesmo empenho que peremptoriamente está acontecendo bem antes do que imaginemos veremos os resultados bem positivos.
Na manhã desta terça-feira houve algumas atividades no Parque das Mangueiras promovidas pela Prefeitura de Natal, na ocasião houve um grande debate sobre a conscientização do meio ambiente. Entre as palestras apresentadas houve as presenças do Sr. Fabio Citrin (WWF Brasil) e Severino Júnior (MNCR) onde o tema em questão foi RESÍDUOS SÓLIDOS E COLETA SELETIVA COMO FERRAMENTA DE PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE.

domingo, 3 de junho de 2012

DIVULGANDO QUEM AJUDA O MEIO AMBIENTE

Olá pessoal,

Estarei divulgando alternadamente as notícias sobre o universo dos catadores e alguns sites de pessoas e organizações que merecem a atenção. São assuntos sempre ligados ao meio ambiente e que por isso merecem a divulgação. Precisamos nos conscientizar cada dia mais sobre estas questões e a nossa maior arma é a informação, por isso curtam, opinem e se tiverem algum site que queiram divulgar mandem email para nós. Valeu.

Desta vez trazemos o site  www.ecodebate.com.br que traz informaçoes importantes sobre cidadania e meio ambiente. Na página do site traz um resumo sobre a finalidade, espero que gostem.




O EcoDebate é um projeto sem fins lucrativos, desenvolvido para a socialização da informação sócio-ambiental. O conteúdo é selecionado e publicado com o foco dos movimentos sociais e foi conceituado para ser uma ferramenta de incentivo ao conhecimento e à reflexão, através de notícias, informações, artigos de opinião e artigos técnicos, sempre discutindo cidadania e meio ambiente, de forma transversal e analítica.
Em razão disto, nossos leitores são essencialmente militantes dos movimentos sociais (CPT, MST, MPA, MAB, Comitês de Bacias, ONGs, etc), ativistas ambientais e professores da rede pública de ensino.
Procuramos manter nosso conteúdo centrado em temas ligados às questões sócio-ambientais, dosando cidadania e meio ambiente como questões centrais dos grandes debates. É por isto que mantemos debate permanente sobre o modelo de desenvolvimento.
Neste sentido, destacamos nosso conceito base: “Compreendemos desenvolvimento sustentável como sendo socialmente justo, economicamente inclusivo e ambientalmente responsável. Se não for assim não é sustentável. Aliás, também não é desenvolvimento. É apenas um processo exploratório, irresponsável e ganancioso, que atende a uma minoria poderosa, rica e politicamente influente. [Henrique Cortez, 2005]”
Acreditamos firmemente na socialização da informação sócio-ambiental, razão pela qual o acesso ao conteúdo diário e ao banco de dados de matérias e artigos é gratuito, de forma a contribuir para que nossos leitores possam construir seus próprios conhecimentos e consciência crítica da realidade.

sábado, 2 de junho de 2012

Comitê Interministerial para Inclusão dos Catadores

O Comitê Interministerial para Inclusão Social e Econômica dos Catadores de Materiais Reutilizáveis e Recicláveis (CIISC) foi instituído por meio do Decreto nº 7.405/10.
O CIISC, coordenado conjuntamente por representantes dos Ministérios do Meio Ambiente e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, é composto também por integrantes dos ministérios de Trabalho e Emprego; Previdência e Assistência Social; Educação; Saúde; Cidades; Turismo; Minas e Energia; Fazenda; Ciência e Tecnologia, e Planejamento, Orçamento e Gestão; da Secretaria do Patrimônio da União; Secretaria Geral da Presidência da República; Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República; Fundação Banco do Brasil; Eletrobras; Casa Civil da Presidência da República; Caixa Econômica Federal; Petrobras; Fundação Nacional de Saúde; do Parque Tecnológico de Itaipu e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.
Com a criação do CIISC fica instituído o Programa Pró-Catador, com a finalidade de integrar e articular as ações do Governo Federal voltadas ao apoio e ao fomento à organização produtiva dos catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis, à melhoria das condições de trabalho, à ampliação das oportunidades de inclusão social e econômica e à expansão da coleta seletiva de resíduos sólidos, da reutilização e da reciclagem por meio da atuação desse segmento.

 http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos/catadores-de-materiais-reciclaveis/comite-interministerial-para-inclusao-dos-catadores